+55 51 99995 2785



5 dicas para escolher o melhor palete para a carga de seu cliente

5 dicas para escolher o melhor palete para a carga de seu cliente

haasmadeiras - 26 de julho de 2019

5 dicas para escolher o melhor palete para a carga de seu cliente

Que a paletização é essencial você provavelmente já sabe. Mas com tanta diversidade de paletes no mercado, como saber qual é o melhor para cada carga?

Preparamos esse guia de como escolher o palete mais indicado para o seu cliente e garantir a segurança e bom armazenamento da carga. Confira abaixo.

Como escolher o melhor palete para suas necessidades?

1. Conheça bem os tipos de paletes

Dentre as opções de paletes, há uma variedade de funções que atende determinadas necessidades e finalidades.

Como exemplo temos o palete de madeira, que é o mais conhecido e mais indicado para a maioria dos clientes. Ele tem maior resistência, durabilidade e é sustentável.

O palete de plástico é uma opção menos resistente ao de madeira, mas que costuma ser mais leve e sem risco de farpas, porém não pode ser consertado. Este tipo é mais indicado para trabalhos internos que envolvam alimentos ou medicamentos, pela sanidade.

Caso a mercadoria seja entregue diretamente ao consumidor final, existem ainda paletes descartáveis ou retornáveis. 

 

2. Considere o peso da carga 

O peso é uma variável importante nessa escolha. Há de se pensar, ainda, na quantidade de itens por linha e por palete. 

O palete de madeira é o mais resistente, de modo a aguentar até 3000kg de carga estática, ideal para as cargas mais pesadas.

Em alguns casos, podem ser necessários paletes com reforço. Eles possuem tábuas extras colocadas no sentido das vigas de madeira que sustentam a estrutura.

 

3. Saiba o tipo de estocagem que será realizada 

Como será feita a movimentação e estocagem dos paletes também influencia na escolha. Quando esse processo é realizado de forma manual, os paletes não podem oferecer riscos para a mão de obra, assim devem ser leves e sem farpas.

No caso da utilização de empilhadeiras, é preciso atentar para as características dos garfos, que devem coincidir com as entradas do paletes.

Quando se utiliza paleteiras, também chamado de transpaletes, o projeto do palete deve ser especialmente pensado na sua utilização.

 

4. Escolha de acordo com a embalagem 

O armazenamento do material estocado precisa ser considerado ao escolher o palete. Para embalagens mais sensíveis, como sacos, existem os paletes de plástico e os de madeira abaulada, que possuem tábuas sem quinas, o que evita rasgos.

 

5. Padronize 

Uma vez escolhido o tipo de palete que mais se adequa às necessidades do cliente, a padronização é essencial. Ela auxilia nos processos logísticos, proporciona unidade ao lote e, consequentemente, mais organização.

Além disso ter paletes padronizados para toda a linha permite um melhor planejamento. É possível mensurar o espaço necessário no estoque, além do tipo de transporte que deve ser contratado. 

 

Esperamos que esse post tenha te ajudado a entender quais tipos de palete são mais indicados para cada caso. E, assim, seja mais fácil realizar a escolha para suas necessidades.