+55 51 99999 2785



Como funciona o tratamento fitossanitário em paletes de madeira

Como funciona o tratamento fitossanitário em paletes de madeira

haasmadeiras - 22 de março de 2019

Como funciona o tratamento fitossanitário em paletes de madeira

Com o crescimento acelerado das importações e exportações, motivadas pela globalização, o deslocamento de produtos entre diversos países é bastante intenso.

O transporte é feito em diferentes tipos de invólucros e suportes para proteger a carga, como caixas e paletes de madeira.

Com tantas movimentações, um inseto inofensivo em algum ecossistema pode ser transportado para outro ecossistema, onde, sem predador natural, pode virar uma praga.

Esses organismos são classificados em dois tipos:

  • A1: pragas ausentes na região (exóticas).
  • A2: estão no país e representam uma grande ameaça, porém controladas.

Mas é importante salientar que, embora haja um controle, elas são um risco iminente para a sanidade e economia do país importador.

Daí a obrigatoriedade do tratamento fitossanitário.

Existem leis internacionais, estabelecidas pela FAO (Food and Agricultural Organizarion), que determinam quais os cuidados necessários para prevenir a disseminação dessas pragas.

No Brasil é o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) o órgão responsável pelas normativas.

O que é tratamento fitossanitário?

É um processo para eliminar possíveis pragas quarentenárias, com a utilização de defensivos (produtos) e outras práticas, a fim de impossibilitar infestação desses organismos em animais e plantações.

Como é o procedimento?

Somente empresas credenciadas pelo MAPA podem realizar esse trabalho.

Após a finalização do tratamento elas emitem o CT (Certificado de Tratamento) e aplicam a marca IPPC no produto tratado, a qual atesta que a madeira está dentro da Norma Internacional para Medidas Fitossanitárias, a NIMF 15.

Essa sinalização, colocada em cada uma das embalagens, deverá ser legível, visível e permanente.

Quais são os tratamentos mais comuns?

Aqui, no Brasil, os mais usuais são o HT (térmico) e o MB (brometo de metila).

No HT, o palete de madeira é colocado em uma estufa.  

O processo conclui quando a madeira mais grossa permanecer por 30 minutos contínuos à temperatura mínima de 56ºC.

Com a prolongada exposição ao calor, garante-se que não há pragas quarentenárias na madeira.

Na fumigação com MB, o processo é químico.

Da mesma forma, o palete é colocado em uma câmara. Ali a madeira permanece por determinadas horas recebendo doses de brometo de metila.

Toda ação que visa à segurança nas importações e exportações, para minimizar ao máximo a entrada de insetos, larvas ou qualquer outro organismo que possa prejudicar a economia agrícola, é indispensável.

Fique atento às normas e, caso tenha ficado alguma dúvida, mande para nós.

Queremos atendê-lo!

Até a próxima!