+55 51 99995 2785



Quais os principais tipos de cargas transportadas?

Quais os principais tipos de cargas transportadas?

haasmadeiras - 25 de outubro de 2019

Quais os principais tipos de cargas transportadas?

O transporte de cargas é um trabalho essencial para quase todos os setores da indústria.  Os tipos de cargas são alimentos, automóveis, animais e até substâncias perigosas que precisam cruzar o país todos os dias.

Indo de um extremo ao outro, é o transporte de cargas a principal força impulsionadora do comércio e, justamente por isso, deve ser realizado com todo o cuidado, dentro das normas estabelecidas pelas agências regulamentadoras.

A seguir, veja os tipos de cargas vigentes e a maneira correta de fazer o transporte de cada uma delas.

Cargas vivas: transporte de animais

O transporte de cargas vivas exige um tipo específico de segurança. A carga que respira, se alimenta e evacua precisa ser transportada em ambiente preparado.

O trabalho de transporte de carga viva precisa ser rápido e, durante todo o processo, as leis de cuidados com os animais também influenciam.

 Não são usados, por exemplo, equipamentos que gerem estresse, como empilhadeiras ou outras ferramentas desse tipo.

Frequentemente, o transporte de cargas vivas é feito através de carrocerias conhecidas como “boiadeiras”, mas também há situações em que contêineres são usados e, nesse caso, deve haver adaptação específica como entradas de ar, por exemplo.

Carga veículo

Para o transporte de cargas como veículos, tratores e etc, são usados os conhecidos reboques e cegonhas.

A carga precisa ser mantida imóvel e o motorista precisa receber preparação para realizar esse transporte.

O itinerário também deve ser pensado previamente para evitar complicações ligadas aos limites de altura, por exemplo.

Cargas frágeis

São cargas de espelhos, vidros e outros objetos sensíveis que precisam ser transportados com todo cuidado.

O ideal é que haja uma base que evite o contato das embalagens com o piso do transporte como os paletes de madeira, por exemplo, além de caixas que sinalizem a fragilidade do produto.

Cargas de valor

Dinheiro, ouro e outros objetos raros e de alto valor, como joias ou obras de arte, devem ser embalados com cuidado e transportados através de veículos blindados.

Carga seca

A chamada “carga seca” é composta por produtos não perecíveis e que podem ser transportados em qualquer tempo, mesmo em transporte aberto, como tubos e encanamentos em PVC ou outros materiais de construção.

A granel

Areia, pedra, terra e, em alguns casos, há também a carga a granel seca, que compreende produtos como soja, feijão e etc.

De forma geral, é chamada de “carga a granel” toda a carga que não é embalada ou compactada em sacos ou caixas.

Dependendo da especificidade do transporte dessa carga, ela precisa ser recoberta com lona para ser protegida do sol ou umidade.

A carga a granel líquida diz respeito a produtos como água ou outras substâncias líquidas que precisem de transporte em caminhões específicos como o chamado “caminhão tanque” ou o “caminhão pipa”.

Carga frigorífica

É chamado de carga frigorífica todo o produto que pode perecer rapidamente.

Frutas e outros alimentos sensíveis ao clima precisam ter transporte rápido em ambiente com temperatura reduzida, mas não ao ponto de promover o congelamento.

Nesse caso, a medida é apenas para estender o período de conservação da carga. Por isso, um caminhão baú refrigerado pode ser o suficiente.

Carga Congelada

São perecíveis que precisam ser mantidos congelados como carnes, por exemplo. O armazenamento e a manutenção são totalmente baseados em um sistema frigorífico e, para isso, o ideal é que a carroceria baú frigorífica possa manter a refrigeração em –15 graus.

Carga paletizada.

A carga paletizada é toda aquela que é compactada sobre estruturas baseadas em paletes de madeira.

A organização é ideal para cargas de produtos pequenos que poderiam oscilar ao longo do trajeto ou que precisem ser compactados para a otimização do espaço.

Os paletes de madeira ficam entre a carga e o piso do caminhão, diminuindo a incidência de danos por trepidação, além de minimizar os riscos de sobrepeso entre as embalagens.

E se você quer saber mais sobre outros tipos de cargas ou se manter informado sobre as regras estabelecidas pelas agências reguladoras, fique atento a nossa plataforma.

Cadastre-se para não perder nenhuma atualização!

Entre em Contato