+55 51 99995 2785



Robotização no processo de paletização?

Robotização no processo de paletização?

haasmadeiras - 2 de agosto de 2019

Robotização no processo de paletização?

Segundo a CNI (Confederação Nacional da Indústria), em 2017, o Brasil possuía cerca de 10 mil robôs operando nas indústrias, o que seria, mais ou menos, nove máquinas para cada 10 mil operários. 

Para o órgão, depois de várias pesquisas, a baixa competitividade pode ser resolvida com o uso da robotização.

No Japão, só para se ter uma ideia, são 437 robôs para a mesma quantidade de trabalhadores. 

Os setores que mais fizeram investimentos em tecnologia foram: automobilístico, logística, bebidas, alimentos, entre outros. 

No setor de transporte a automatização tem contribuído muito. 

No sistema de paletização robotizado, a máquina opera a movimentação da carga com a ajuda de outros equipamentos, um método que garante agilidade e eficiência em todo o processo. Isso causa um impacto bastante positivo em toda a cadeia logística.

Quais as vantagens que se destacam no sistema de paletização robotizada?

1) Aumento de produtividade

Talvez essa seja a que mais fique em evidência, uma vez que a automatização acelera processos. Máquinas não se cansam e trabalham dia e noite. 

Sua eficiência está justamente no fato de não haver pausas e o ritmo de trabalho ser contínuo. 

2) Diminuição de falhas

O ser humano, mesmo o mais capacitado, está sujeito a equívocos. Durante a paletização é perfeitamente possível que um colaborador cometa algum erro.

Com o robô isso não ocorre. 

A máquina é programada e a execução do trabalho é feita de maneira minuciosa, ou seja, com perfeição. 

3) Movimentação competente

O sucesso da logística depende da agilidade na entrega da carga sem danos e avarias. 

Para acelerar um processo, somente com o uso de máquinas. É nesse momento que os robôs são indispensáveis. 

A força permite que grandes volumes sejam locomovidos em um ritmo mais intenso. E sem perdas ou interrupções.

Para auxiliar na robotização da paletização existem diversos equipamentos. Abaixo citamos alguns exemplos. 

Confira!

 

  • Dispensador de paletes de madeira

 

Responsável por fazer, automaticamente, o armazenamento e a liberação dos paletes.

Por meio de um controle introduzido às etapas do trabalho o dispensador agiliza a realimentação dos robôs.

 

  • Slip sheet

 

É um acessório que armazena e carrega as proteções utilizadas nas embalagens das mercadorias que são colocadas sobre os paletes.

Em geral, papelão ou chapas de fibra de madeira (chapatex) são os elementos utilizados para envolver os produtos antes de ser iniciado o processo de paletização. 

 

  • Stretch com top sheet

 

Um sistema automático faz o revestimento da carga com filme stretch, um material bastante conhecido no meio. Ele tem a função de fixar a mercadoria ao palete, de modo a aumentar sua proteção. 

Esse procedimento dá mais segurança na hora de fazer a movimentação da carga e preserva os produtos de possíveis danos. 

A flexibilidade é outro ponto positivo, pois é possível criar layouts diferentes e que se ajustem melhor a estrutura de armazenamento. 

A automatização veio para ficar e se integrar as metodologias já existentes. O intuito é atender às demandas com eficiência.

A robotização nos processos de paletização é indispensável.

Para quem não quer ficar para trás e continuar sendo competitivo esse é o caminho. 

Gostou dessa disca? Continue acompanhando nosso blog para mais informações sobre paletização e logística. 

Até a próxima!