Gestão de estoque: evite estes 5 erros para não sofrer durante a crise

Gestão de estoque: evite estes 5 erros para não sofrer durante a crise

haasmadeiras - 12 de junho de 2020

Gestão de estoque: evite estes 5 erros para não sofrer durante a crise

Não é de hoje que a gestão de estoque assume um papel de extrema importância em um negócio, principalmente em um momento econômico atípico como o atual. Ficar de olho nas mercadorias é uma das principais preocupações do empreendedor nessa
época de crise, pois só dessa forma será possível perceber qual segue com uma demanda alta e qual irá ficar parada no estoque gerando prejuízos.

Precisamos ter em mente que o comportamento de compra do consumidor mudou, e as empresas, como um todo, devem acompanhar essa transformação de hábitos de consumo para evitar que sofram redução nas vendas, e até mesmo declarem falência, como tantas que temos visto, infelizmente.

Se você é empreendedor continue nos acompanhando neste post e descubra alguns erros quevocê pode estar cometendo na gestão de estoque e nem faz ideia.

O que faz da gestão de estoque algo tão importante no seu negócio?

Uma coisa é fato: um depósito repleto de produtos estocados não é tão bom quanto parece, sendo que o lugar dos produtos não é ali, mas sim com os consumidores. Portanto, se eles seguem parados no seu estoque, é porque há um investimento paralisado.Com uma gestão de estoque efetiva, você vai contar com mercadorias seguindo a oferta e demanda – isso significa que não vai sobrar tantos produtos e nem faltar quando o seu cliente mais precisar.

Os estudiosos desse mercado afirmam que existe um equilíbrio ideal para que a gestão de estoque seja a chave do sucesso para qualquer empresa, seja ela grande ou pequena, e trata- se da entrada e saída de mercadorias possuírem o mesmo fluxo.

Razões para usar a gestão de estoque de maneira eficiente

1 – Linha de produção contínua

Se uma empresa utiliza em suas produções, por exemplo, matérias-primas provindas da madeira, é necessário que esse material nunca falte, visto que essa falta causará impacto nas produções atrasando-as. Para isso, é necessário que haja um estoque destas matérias-primas.

2 – Atender e suprir as demandas sazonais

Há uma sazonalidade em determinadas demandas ao decorrer do ano. Com isso, é importante ter um controle de estoque adequado para lidar com essa alta e baixa procura por certos produtos.
Um estoque bem administrado cumprirá as suas vendas, mesmo nas épocas de pico, e a empresa não terá prejuízos com as mercadorias estagnadas.

3 – Economia e melhor gestão de custos

Já existem sistemas de gerenciamento de estoques no mercado; eles são muito assertivos e, quando bem administrados, possibilitam economias e projeções excelentes. Um exemplo são as datas comemorativas (como o Dia das Mães). Com o auxílio do sistema, a empresa poderá negociar preços com antecedência, quantidades e métodos de armazenamento até esta data. Dessa maneira, é possível economizar muito, uma vez que os descontos pela compra antecipada e quantidades podem ser facilmente garantidos.

5 erros na gestão do seu estoque que implicam em prejuízos

1 – Excesso de mercadorias no estoque

Em época de crise, os produtos parados no estoque são bastante comuns – e quando isso acontece com os produtos perecíveis, o prejuízo é certo; A única forma de lidar melhor com esse problema, é através de uma análise das vendas mensais. Assim, será mais fácil levantar quais produtos saem mais e quais menos, podendo concentrar os investimentos naqueles com maior demanda.

2 – Falta de produtos no estoque

Ao contrário do excesso, a falta também é um transtorno. No entanto, esse prejuízo pode passar despercebido pelos empreendedores, mas a longo prazo essa questão poderá causar um dano quase que irreparável: a perda de clientes para a concorrência. Para minimizar as chances de isso acontecer, a ideia é a mesma do excesso de estoque, faça análises mensais de todos os itens para obter assim uma ideia mais clara de quais são suas maiores demandas atuais.

3 – Desconhecimento da sazonalidade

A sazonalidade é uma dificuldade também recorrente em diversas empresas. Essa oferta de itens deve ser adaptada às projeções de necessidades do seu público, durante o ano todo. Conhecendo o seu público e tendo uma gestão de estoque eficiente, você saberá, por exemplo, que em determinada época do ano seus clientes sairão de férias. Ou seja, não haverá tanta procura por itens que no mês passado havia, e se a empresa investir
nestes produtos, o prejuízo será certo. Para evitar esse erro, faça um planejamento e una com as informações levantadas pela análise de gestão de estoque da sua empresa.

4 – Inventário físico defasado

Não confie apenas no sistema de gerenciamento de estoque, realize sempre um inventário físico com o levantamento de todos os produtos que constam no estoque e os que não constam também. É preciso que esses números coincidam para que não gere problemas de compras indevidas e produtos obsoletos por falta de vendas.

5 – Ferramentas de gerenciamento de estoque inadequadas

Não adianta apenas ter um software de gerenciamento de estoque, ele precisa ser eficiente e adequado ao seu negócio.

A dica aqui é contar com um gerenciador que possibilite integrar as áreas de compras e vendas de produtos. Deste modo o seu estoque estará sempre atualizado. A automação desses processos causa uma maior agilidade de todos os outros e os custos operacionais são reduzidos.

6 – Falta de paletização

A paletização é uma grande aliada da logística, garantindo a segurança da carga dos seus produtos durante o transporte e permitindo uma gestão de estoque mais eficiente. Além do transporte e movimentação de produtos, a paletização também ajuda no aproveitamento do espaço, maior agilidade na carga e descarga, otimização do tempo (ajudando em processos automatizados) e segurança dos produtos. Não contar com a paletização é um grande erro na gestão de estoque, que gera consequências como: deslocamento acidental da carga, maiores chances de roubos e furtos, falta de agilidade para movimentar os produtos e mão de obra mais cara (já que o processo não será automatizado).

 

Para saber mais sobre paletização automatizada, entre neste outro artigo sobre o assunto.

Dicas rápidas de como fazer sua gestão de estoque funcionar de forma eficiente

1. Analise periodicamente a quantidade de produtos que há registrados no sistema, e cheque se há o mesmo número de mercadorias disponíveis em seu estoque. Afinal, esse sistema é o que guiará a demanda de todas as mercadorias do seu negócio, e isso não pode ter erros;

2. Constantemente, verifique por amostragem alguns itens do seu estoque;

3. Implante um sistema que possa verificar se determinado pedido foi entregue e se algum item está ausente;

4. Conhecendo a demanda e oferta da sua empresa, encontre fornecedores que possibilitem realizar compras menores para manter seu estoque sem grandes exageros, apenas com o necessário;

5. Use métodos eficientes e que otimizem espaço, tempo e custos, assim como a paletização.

Por fim, mas não menos importante, lembre-se que neste período de crise, preservar a sua relação com fornecedores permitirá uma gestão de estoque mais eficiente. Gostou deste texto? Então continue nos acompanhando por aqui e em nossas redes sociais para ficar por dentro de muito mais conteúdos relevantes e com informações atualizadas.

Até a próxima!

 

Postado por Haas

Entre em Contato